A Festa das Semanas, conhecida hoje em dia como o Dia de Pentecostes, é a quarta das sete festas anuais de Deus descritas na Bíblia. Visto que as sete festas são agrupadas em três tempos, o Dia de Pentecostes está associado ao segundo tempo das festas, junto com o Dia da Ressurreição. O Dia de Pentecostes cai no 50º dia após o Dia da Ressurreição. Entre estas duas festas solenes há sete sábados, os dias de repouso, e o nome surgiu em conformidade com isso.

“Contareis para vós outros desde o dia imediato ao sábado, desde o dia em que trouxerdes o molho da oferta movida; sete semanas inteiras serão. Até ao dia imediato ao sétimo sábado, contareis cinquenta dias; então, trareis nova oferta de manjares ao SENHOR.”

Levítico 23:15-16

br_Pentecost.jpg

A ORIGEM DA FESTA DAS SEMANAS

O Dia de Pentecostes cai no 50º dia após o Dia da Ressurreição.

Quarenta dias após atravessar o mar Vermelho, Moisés subiu ao monte Sinai pela primeira vez para receber os mandados de Deus, e entregou a vontade de Deus ao povo. 10 dias depois (50 dias após atravessar o mar Vermelho), Moisés retornou ao monte Sinai e recebeu os dez mandamentos de Deus (Êx. 19:16-25).

Deus ordenou os israelitas celebrarem o dia em que Moisés subiu ao monte Sinai para receber os dez mandamentos como a Festa das Semanas. Foram sete sábados desde o Dia das Primícias em que os israelitas saíram do mar Vermelho até o dia em que Moisés subiu ao monte Sinai para receber os dez mandamentos

“Contareis para vós outros desde o dia imediato ao sábado, desde o dia em que trouxerdes o molho da oferta movida; sete semanas inteiras serão. Até ao dia imediato ao sétimo sábado, contareis cinquenta dias; então, trareis nova oferta de manjares ao SENHOR.”

Levítico 23:15-16

Este foi o poder motivador que impulsionou o crescimento da igreja primitiva bem como foi descrito no livro dos Atos.

O SIGNIFICADO DA FESTA DAS SEMANAS

Cada festa de Deus foi estabelecida para a nossa bênção. Quando nós celebramos o Dia de Pentecostes, Deus nos promete dar a bênção do Espírito Santo. A Festa das Semanas foi cumprida quando Jesus ressuscitou e entrou no Santo dos Santos celestial, e derramou o Espírito Santo no Dia de Pentecostes, que é o 50º dia após a sua ressurreição.

“Quando, porém, veio Cristo como sumo sacerdote dos bens já realizados, mediante o maior e mais perfeito tabernáculo, não feito por mãos, quer dizer, não desta criação, não por meio de sangue de bodes e de bezerros, mas pelo seu próprio sangue,”

Hebreus 9:11-12

Uma vez que Jesus entrou no Santo dos Santos celestial, ele derramou o Espírito Santo sobre os seus discípulos da igreja primitiva. Este foi o poder motivador que impulsionou o crescimento da igreja primitiva bem como foi descrito no livro dos Atos (At. 2:1-47).

“Ao cumprir-se o dia de Pentecostes, estavam todos reunidos no mesmo lugar; de repente, veio do céu um som, como de um vento impetuoso, e encheu toda a casa onde estavam assentados. E apareceram, distribuídas entre eles, línguas, como de fogo, e pousou uma sobre cada um deles. Todos ficaram cheios do Espírito Santo e passaram a falar em outras línguas, segundo o Espírito lhes concedia que falassem. […] Então, os que lhe aceitaram a palavra foram batizados, havendo um acréscimo naquele dia de quase três mil pessoas.”

Atos 2:1-41

A CELEBRAÇÃO DO DIA DE PENTECOSTES HOJE EM DIA

Assim como os discípulos celebraram o Dia de Pentecostes, hoje em dia, a Igreja de Deus Sociedade Missionária Mundial também celebra o Dia de Pentecostes e vem crescendo exponencialmente, estando cheia do Espírito Santo.