“Geralmente, os bombeiros são vistos como heróis pelo público, mas conheço outro herói que eles não veem. Os doadores de sangue são heróis cotidianos que não recebem muito reconhecimento ou agradecimento, mas estou aqui para dizer-lhes obrigado repetidas vezes pelo seu esforço em salvar vidas”, disse Jeffrey Cool, um bombeiro aposentado do posto 3 em Bronx, Nova Iorque. Ele participou da Mega Campanha de Doação de Sangue 2015 como orador convidado especial.

Jeffrey compartilhou sua gratidão pelos doadores de sangue que salvaram sua vida em 2005, quando ele teve que pular de um prédio em chamas. Foram necessários 72 pacotes de sangue para salvar sua vida depois que ambas as suas artérias femorais foram cortadas. Ele compartilhou sua história no auditório com cerca de 500 voluntários esperando para doar sangue na Mega Campanha de Doação de Sangue 2015, realizada pela Igreja de Deus da Sociedade Missionária Mundial pelo segundo ano consecutivo.

Os 2.000 doadores de sangue e voluntários no parque Washington Square
Os 2.000 doadores de sangue e voluntários no parque Washington Square

Reconhecendo a falta de sangue nos meses de verão, voluntários da Igreja de Deus arregaçaram as mangas mais uma vez para ajudar a salvar as vidas de pessoas que talvez nunca encontrassem.

Cerca de 2.000 voluntários chegaram a Kimmel Center da NYU no domingo, dia 9 de agosto de 2015, vindos do extremo sul como Flórida e até o estremo norte como New Hampshire. Em suas exclusivas camisetas amarelas, os membros se reuniram no domingo no parque Washington Square, em West Village de Nova Iorque, para começar o dia.

Educação sobre a doação de sangue
Educação sobre a doação de sangue

Quando os flebotomistas do hemocentro de Nova Iorque e da Cruz Vermelha Americana estavam prontos e os balcões de registro foram preparados, os doadores voluntários começaram a chegar e o fluxo não parou até o final da tarde.

Em apenas sete horas, os dois homocentros coletaram mais de 1.400 unidades de sangue. Para o hemocentro de Nova Iorque, isso era algo que eles nunca haviam experimentado com nenhum outro grupo. Os flebotomistas do homocentro de Nova Iorque e da Cruz Vermelha Americana agora detêm o recorde de maior quantidade de sangue coletado em uma hora e o dobro da quantidade dos glóbulos vermelhos coletados em uma doação de sangue.

“Essas pessoas que doaram o sangue e salvaram minha vida não pensaram na raça, cor ou religião da pessoa que poderia usar o sangue deles. Elas fizeram isso porque sabiam que poderia salvar a vida de alguém”, Jeffrey Cool entendeu a mente daqueles que doam sangue.

Com essa mente altruísta, os voluntários da Igreja de Deus realizam atividades de serviço comunitário e doam sangue. Seguindo a mente e o coração e o exemplo da Mãe celestial que não poupa nada para seus filhos, os voluntários da Igreja de Deus trabalharão continuamente a fim de tornar o mundo um lugar melhor para toda a humanidade.