A festa consolatória para os pacientes com talassemia no Centro Pulmonar das Filipinas
A festa consolatória para os pacientes com talassemia no Centro Pulmonar das Filipinas

Festa Consolatória para Pacientes com Talassemia

Os Elohistas de diferentes partes da região metropolitana de Manila juntaram as mãos para compartilhar o amor de Deus Mãe com os pacientes que sofriam de talassemia através de uma festa consolatória no Centro Pulmonar das Filipinas no dia 23 de novembro de 2015.

Liderados pelas UP, os Elohistas da PUP, UCC e NU prepararam uma série de eventos para os pacientes com talassemia, intitulados Lukso ng Puso, Lukso ng Dugo (Salto de Coração, Salto de Doação de Sangue). Os Elohistas dedicaram todo o mês de novembro à realização de campanhas de conscientização. Eles montaram estandes nas universidades e realizaram uma campanha de doação de sangue para os pacientes. Eles também organizaram uma festa consolatória para os pacientes e suas famílias.

Vida com Talassemia

A talassemia, a forma mais grave de anemia, requer transfusões de sangue a cada duas ou quatro semanas. Basicamente, os pacientes de talassemia precisam de transfusão de sangue uma ou duas vezes por mês. Por causa disso, eles podem ter uma sobrecarga de ferro em seus corpos devido a frequentes transfusões de sangue. Para remover o excesso de ferro de seus corpos, os pacientes precisam passar por uma terapia chamada “Quelação de Ferro”. Esta terapia custa cerca de oitocentos pesos por dia.

11232015-Elohists-Consolatory-Party-Lukso-ng-Puso-Lukso-ng-Dugo-For-Thalassemia-3.jpg

Festa Consolatória no Centro Pulmonar

Todos os meses, os pais dos pacientes com talassemia temem pela vida de seus filhos. Estando preocupados com onde e como obter e sangue e com os tratamentos de quelação para prolongar a vida de seu amado filho. A organização dos Elohistas entende o estresse emocional e a tensão que essa doença inflige aos pacientes e às suas famílias. Então eles prepararam uma festa consolatória com performances especiais, jogos e presentes para 25 famílias, em coordenação com o Centro Pulmonar das Filipinas e Balikatang Talassemia. Balikatang Thalassemia é um grupo de famílias que lutam contra a talassemia. Foi também durante esta festa que os doadores conheceram os seus beneficiários.

O programa da festa surpreendeu a audiência. Começou com um número especial de música e dança dos próprios apresentadores do programa. Para continuar o ambiente divertido, alguns membros dançaram ao som da Dança de Coco. Depois, encorajaram e orientaram os pais das crianças com talassemia a dançarem com eles. Um palhaço contratado também trouxe risos e sorrisos para as crianças.

Depois de muita alegria, o programa deu conforto às crianças e suas famílias. Um membro coreano ofereceu uma sincera performance de “Unchained Melody” e “You Raise Me Up”. A performance foi bem recebida com um pedido de bis dos voluntários e das famílias dos pacientes. O sexteto dos Elohists também apresentaram uma bela canção intitulada “Right Now, Right Here”. Sua música fez as crianças com talassemia e suas famílias ter descanso nos braços da Mãe celestial. Finalmente, com seus corações transbordando de alegria, as crianças encheram uma seção na parede com todos os desejos que estavam guardando em seus corações. Já que encontraram consolo com os Elohistas, conseguiram finalmente encontrar uma esperança.

O amor da mãe se espalha através dos Elohistas

Apesar dos tempos difíceis que as pessoas passam neste mundo, há um lugar onde não há lágrimas nem dor. Esse é o reino dos céus que nos aguarda. Mais ainda, a Mãe celestial habita conosco nesta terra, e ela faz deste mundo um pouco como o céu, cheio de alegria e amor. Gravando isto em seus corações e mentes, os Elohistas esperam transformar este mundo frio e sombrio em um mundo repleto de amor e alegria, oriundos da Mãe Celestial.

No dia 24 de novembro, um dia depois da festa da consolação, o Centro Pulmonar das Filipinas convidou a organização dos Elohistas de volta. Eles os presentearam com prêmios e mostraram sua gratidão.

“Eu pensei que isso seria uma festa simples. Mas os voluntários do Elohista fizeram um programa muito avassalador que inspira, encoraja e dá esperança a todos”,

disse a Dra. Liza Naranjo, pediatra e hematologista do Centro Pulmonar das Filipinas.